Alonso diz que espera possibilidade de Honda tomar uma decisão rápida sobre seu motor

Alonso

O bicampeão mundial admitiu que está difícil encarar a frustração de abandonar devido a problemas técnicos na sua unidade de força fornecida para McLaren-Honda.

 

Fernando Alonso não teve sorte no GP da Inglaterra, corrida esta realizada neste domingo (16), no circuito de Silverstone. O condutor da McLaren-Honda abandonou a prova britânica mais uma vez por conta de falha técnica na unidade de força da Honda. Após a corrida, bastante frustrado, Alonso afirmou que espera uma decisão por parte da McLaren sobre a escolha da sua fornecedora de propulsores.

“Depende deles, definitivamente”, afirmou Alonso em entrevista para a revista britânica ‘Motorsport’. “Quanto mais cedo eles tomarem uma decisão, melhor será a preparação para o ano seguinte”, continuou. “Então, eu acho que eles têm que tomar uma decisão correta”, argumentou.

Alonso abandonou GP da Inglaterra por conta de problemas na unidade de força Honda

“Obviamente que irei apoiar qualquer decisão em que eles possam tomar”, disse. Para mim, esta é a equipe em que eu desejo continuar. É a minha escuderia dos sonhos. Daqui a 15 dias, no GP da Hungria, espero ter uma oportunidade de melhorar um pouco. Esta é a realidade”, complementou.

Questionado se já teria decidido sobre o futuro – sobre qual equipe deverá correr na temporada de 2018 de Fórmula 1. Alonso fez mistério e afirmou que esta questão está em aberto.

“Quem sabe. É fácil adivinhar, imaginar diferentes combinações de carros e de motores. E assim por diante. Mas acho que podemos identificar isso mais claramente. O que estamos perdendo. E então melhorar isso e ser ainda mais competitivos”, declarou.

“Então, precisamos olhar para a realidade e pensar sobre isso nos próximos 15 dias. A Hungria é uma boa oportunidade para nós. Então, espero que possamos fazer melhor lá”, destacou.

“Infelizmente tivemos um problema na bomba de combustível hoje. Eu acho que a sorte não danificou o motor. E acho que podemos utilizar esta unidade de força no futuro. Este foi um fim de semana difícil não estávamos disputando por u ponto final”.