Após críticas de Rosberg, Hamilton nega ter sido agressivo na curva 1

Para Ecclestone, título de Hamilton seria melhor para a Fórmula 1

Piloto inglês largou em segundo e passou o companheiro logo na primeira esquina do Circuito de Austin

Tricampeão mundial no GP dos Estados Unidos, no último fim de semana, Lewis Hamilton se defendeu das críticas que recaíram sobre ele por conta de um quase acidente com seu companheiro, Nico Rosberg. O piloto inglês largou na segunda posição e, logo na primeira curva, espalhou demais, obrigando Rosberg a sair do traçado e cair para a quinta posição. Após a prova, o alemão se mostrou chateado e chegou a falar que o colega é “agressivo” demais.

Hamilton

Hamilton não acredita que foi agressivo na curva 1 do Circuito de Austin

“Eu não tentei jogá-lo para fora da pista, aquilo não foi intencional”, declarou Hamilton. “Eu estava na minha linha. Não me sinto como sendo um piloto agressivo. É claro que há aqueles comentários depois a corrida. Mas, obviamente, eu nunca faria uma coisa proposital contra meu companheiro de equipe”, garantiu o tricampeão.

A atitude de Hamilton gerou críticas não só de Rosberg, mas também da próprio imprensa europeia. “Todo mundo tem direito de ter sua própria opinião, mas eu não me incomodo com isso. Eu sou campeão do mundo e me sinto muito bem agora”, acrescentou o piloto inglês.