Até 40 novos locais interessados em hospedar a F1

Bratches analisa as propostas em benefício dos fãs.

O chefe comercial da Fórmula 1, Sean Bratches, disse que recebeu cerca de 40 propostas de potenciais localidades interessadas em adicionar datas à Fórmula 1

 

Em vez de fechar contratos apenas por questões comerciais, a Liberty Media, atual administradora da F1, selecionará os novos eventos com base no que podem trazer para o crescimento do público e da modalidade. O foco agora é em corridas de rua nas principais metrópoles, gerando maior divulgação da marca.

“Historicamente, tem sido um processo muito reativo em termos de cidades que chegam à F1 com interesse. Nos sete meses que estive neste trabalho, provavelmente eu tinha cerca de 40 países, cidades, municípios, principados abordando-me sobre o interesse em hospedar uma corrida de F1, o que é extremamente encorajador. No momento, pela operação do Acordo Concorde, a intenção é de 25 [corridas por temporada]”, declarou Bratches.

Bratches analisa as propostas em benefício dos fãs.

O chefe comercial da F1 acredita que a preferência é para os locais de rua ao invés de novas faixas permanentes, acrescentando: “Eu não acho que você vai ter muitas outras faixas construídas de propósito. Estamos tentando girar e tornar-nos mais proativos na identificação de cidades e locais que são acréscimos à nossa marca e nossa estratégia de hospedagem de corridas onde você pode ativar grandes bases de fãs.”

Perguntado sobre os locais que possivelmente deixariam de participar da F1, Sean se esquivou e disse: “Você vai ver alguns cair, e alguns adicionados. Estamos muito ansiosos para maximizar as oportunidades desses grandes prêmios.”

A intenção também é dividir a temporada por região continental, com corridas na Europa, Ásia e América agrupadas, para auxiliar tanto a logística como a comercialização. “Em uma situação ideal, esquecendo a ordem, você teria o primeiro terço das corridas na Europa, o segundo terço das Américas e a última parcela na América. Isso permite que você crie eficiência nas viagens. Outra oportunidade do ponto de vista do fã é poder dizer ‘para os próximos dois ou três meses, você terá que se levantar cedo para assistir os grandes prêmios e, nos próximos dois meses, é meio dia, e [então] noite’. Acho que é muito interessante, pois fica mais fácil para eles acompanharem”, e concluiu: “Ter essa parcela dessa forma cria oportunidades patrocinadoras.”