CEO da Aston Martin comenta sobre especulação de compra da Red Bull: “Estamos analisando”

R

Segundo Andy Palmer, todas possibilidades estão abertas. Mas, o mais provável é que a Red Bull faça parceria com a Aston Martin caso o novo regulamento de motores de 2021 seja atraente para a montadora.

 

Na semana passada, especulações apontavam que a Aston Martin poderia comprar parte das ações da Red Bull Racing (RBR) e fornecer seus motores híbridos para a equipe de Milton Keynes. Nesta quarta-feira (20), o CEO da montadora pertencente à Mercedes, Andy Palmer, comentou sobre o assunto.

Segundo Palmer, todas questões estão abertas. A decisão dependerá do novo regulamento técnico e esportivo de motores, que será concluído para a sua implementação no campeonato de 2021. “Estamos analisando e negociando”, afirmou o CEO da Aston Martin para o site russo ‘F1News’.

Aston Martin analisa questão de entrar na Fórmula 1 como fornecedora independente de motores

“O programa da nossa empresa não é para o próximo ano. Mas, sim, a partir de 2021. Se a medida dos custos de produção da unidade de força diminuir, a Aston Martin tem interesse de se tornar fornecedora independente e já começar a trabalhar para entrar no esporte com protótipo de motor em 2018. Esperamos que os novos regulamentos sejam realmente prontos ainda neste ano”.