Defeito no sistema de alimentação do motor foi que retirou Alonso no GP da Inglaterra

Alonso voltou a ter problemas com o motor Honda em Silverstone.

Segundo Yusuke Hasegawa, tal defeito é algo que vai ser investigado pela fabricante japonesa, que talvez, possa colocar melhorias para o GP da Hungria.

 

Defeito no sistema de alimentação de motor. Este foi a falha técnica que tirou Fernando Alonso no último GP da Inglaterra, corrida esta realizada no domingo passado (16), no circuito de Silverstone. Quem comentou sobre isso foi Yusuke Hasegawa, que nesta segunda-feira (17), deu mais detalhes sobre o ocorrido. E assegurou que a fabricante nipônica está estudando uma solução para o próximo GP da Hungria.

“Este fim de semana terminou com uma nota frustrante”, citou. “Embora Fernando [Alonso] tenha começado a partir da parte de trás do grid, ele melhorou sua posição e chegou bem perto de Stoffel [Vandoorne]. Infelizmente, ele teve problemas no sistema de alimentação de combustível”, destacou.

Hasegawa analisou falha que fez Alonso (foto) abandonar GP da Inglaterra

“E por conta disso, ele precisou abandonar a corrida. Agora, estamos investigando a causa. E em seguida, na Hungria, acho que podemos trazer novas atualizações para o nosso motor. Vamos continuar nos esforçando para obter os melhores resultados possíveis”.