Desapontamento em Austin e falhas da Renault preocuparam Verstappen durante o GP do México

O Vencedor da etapa mexicana diz que estava preocupado em terminar a corrida quando viu outros carros com motor Renault abandonarem

 

Max Verstappen foi absoluto e conquistou uma vitória importante depois de tomar a liderança de Sebastian Vettel nos primeiros metros da etapa mexicana, antes da colisão entre o alemão e Lewis Hamilton, que empurrou os rivais para o fim do grid e deixou o caminho livre para o condutor da Red Bull avançar rumo a vitória.

O holandês conseguiu uma ótima distância da Mercedes de Bottas antes de vencer. Entretanto, os abandonos de quatro dos seis carros com motores fornecidos pela Renault, tornaram a corrida tensa quando a RBR pediu ao seu piloto que diminuísse o ritmo para gerenciar a liderança e poupar a unidade de potência. “Nós cuidamos do nosso motor e tudo parecia funcionar muito bem. Eu vi na tela da TV [Daniel Ricciardo] se retirando e vi um Toro Rosso em chamas.”

“Pude ver muitos carros abandonando, então eu fiquei bastante preocupado”, disse Verstappen, que conquistou a terceira vitória da Fórmula 1 na carreira.

Além de Verstappen, o pódio foi formado por Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen.

O jovem condutor ainda revelou um pedido aos céus e relembrou a dificuldade que passou no início da temporada. “Eu pensei ‘Deus, não faça isso acontecer comigo’. Eu tenho um novo motor, então talvez isso tenha ajudado, mas Daniel também tinha um novo. Tive azar no início do ano, por isso estou muito feliz por não ter acontecido isso neste momento.”

Max também admitiu estar ansioso para se recuperar do desapontamento e da controvérsia da penalidade do GP dos Estados Unidos. “Depois da semana passada, fiquei motivado para fazer o melhor. Perdi a pole, mas eu estava determinado a ganhar essa corrida, eu dei tudo no começo e na curva 1. Eu tive um excelente deslizamento e consegui me chegar [em Vettel] por fora, tivemos um pequeno toque, mas a partir de então eu pude fazer minha própria corrida.”

“Eu sabia que o carro era bom, mas não sabia que estaria em seu melhor”, ele finalizou elogiando o desempenho de seu Red Bull RB13.