Desempenho de Raikkonen não agrada e presidente da Ferrari marcará uma reunião para cobrar o piloto

Raikkonen será chamada para uma reunião com o presidente da Ferrari

Para Sergio Marchionne, o finlandês deveria ter conquistado resultados melhores nas duas primeiras corridas do ano

 

Apesar do bom momento vivido pela Ferrari no campeonato, o presidente da escuderia italiana, Sergio Marchionne, está insatisfeito com o desempenho de Kimi Raikkonen até o momento. Enquanto Sebastian Vettel conquistou uma vitória na Austrália e terminou em segundo lugar na China, o campeão do mundo de 2007 terminou apenas em quarto e em quinto, números decepcionantes na opinião do homem forte da Ferrari.

Sem esconder seu descontentamento com Raikkonen, Marchionne revelou que vai marcar uma conversa entre ele, o piloto e Maurizio Arrivabene, chefe de equipe, para saber os motivos do desempenho abaixo do esperado de Raikkonen. “Kimi me pareceu ocupado com algumas outras coisas, enquanto Vettel foi mais agressivo.”

”Conversei com Maurizio sobre esse assunto, vamos marcar uma conversa e sentar em torno de uma mesa para saber o que está acontecendo”, continuou. Enquanto o tetracampeão do mundo está na liderança do campeonato com 43 pontos, o ”homem de gelo” está com 22 e ”amarga” a quinta colocação do campeonato.

Raikkonen será chamada para uma reunião com o presidente da Ferrari

Embora o resultado do GP da China tenha sido bom para a Ferrari, o presidente da equipe acredita que Vettel poderia ter conquistado a vitória se não houvesse tanta intervenção do carro de segurança. ”Estamos lutando contra a Mercedes e sem o safety car a história da corrida poderia ter sido diferente.”

Já em relação à escolha pelos pneus de Vettel, Marchionne acredita que a Ferrari acertou. No geral, para o italiano, a escuderia de Maranello teve um final de semana positivo. ”Estamos em segundo lugar nos Construtores e Seb tem os mesmos pontos que Hamilton. Acho que começamos o campeonato muito bem. Estou feliz”, finalizou.