Duas semanas de intervalo entre GPs foi pouco para equipes

As equipes de F1 têm reclamado do pouco tempo entre o GP da Turquia, realizado em 30 de maio, e o GP do Canadá, que vai acontecer neste final de semana. Os carros, que deveriam chegar  na quarta-feira (2), só desembarcaram em Montreal no último sábado (5).

“Os barcos não chegaram [à Itália] na tarde de quarta-feira (2), como foi planejado, mas apenas a noite. Os carros não estavam em Hinwil [sede da equipe, na Suíça] antes de quinta-feira, e foi pior para as equipes com base na Inglaterra. No sábado, os carros foram enviados ao Canadá por avião”, comentou Beat Zehnder, diretor da BMW Sauber, ao jornal alemão “Auto Motor und Sport”.

De acordo com o site inglês “Motorsport”, que deu uma volta no pit lane de Montreal na última quarta-feira (9), a programação das equipes está realmente atrasada, já que os profissionais não puderam pegar nos carros mais cedo.