Dupla da Sauber reclama do comportamento dos pneus nos treinos livres para GP do Azerbaijão

Pilotos da Sauber sofreram com comportamento dos pneus no circuito de Baku

Pascal Wehrlein e Marcus Ericsson destacaram a dificuldade em que tiveram para tentar configurar o C36 diante da temperatura apresentada no circuito de Baku.

 

Os pilotos da Sauber tiveram bastante dificuldade para obter ritmo com os pneus largos da Pirelli nesta sexta-feira (23) de treinos livres para GP do Azerbaijão, ocorrida no circuito de Baku. O primeiro a relatar este problema foi Pascal Wehrlein, que obteve o 18º tempo com 1min47s150. O condutor alemão afirmou que espera melhorias no set-up do seu C36 para o TL3 do próximo sábado (24).

“Foi uma sexta-feira bastante desafiadora para nós”, afirmou. “Foi positivo, pois conseguimos experimentar diversas configurações para o carro. E também foi um grande desafio para o nosso ritmo”, continuou.

Pilotos da Sauber sofreram com comportamento dos pneus no circuito de Baku

“No entanto, os pneus afetaram o nosso desempenho. Agora estamos trabalhando para obter melhores resultados no resto do fim de semana”, encerrou.

Já Marcus Ericsson obteve ritmo abaixo do seu companheiro de equipe na Sauber. O condutor sueco finalizou as sessões práticas com a penúltima marca na tabela de tempos, cravando 1min47s347. E ainda reclamando do comportamento apresentado pelos pneus.

“Não foi um bom dia para nós aqui em Baku”, respondeu. “Foi difícil começar o TL1 com os pneus médios. Então, eu não consegui o melhor começo. Achei interessante testar as nossas atualizações ao longo do treino. Agora, vamos analisar os dados apresentados pelos carros. E pensar na nossa estratégia para o TL3 e o resto do fim de semana”.