Dupla da Sauber tem opinião diferente sobre desempenho do C36 em Spa

Ericsson (foto)

Enquanto Marcus Ericsson finalizou seu cronograma sem nenhum problema, Pascal Wehrlein precisou terminar seu dia resolvendo algumas falhas no seu carro.

 

Os treinos livres para GP da Bélgica aconteceram de maneiras diferentes para os pilotos da Sauber. Sorte para Marcus Ericsson. Nesta sexta-feira (25), o condutor sueco finalizou as sessões práticas sem grandes problemas, terminando com 18º tempo, 1min49s214.

“As sessões de hoje foram bastante boas para mim”, respondeu. “Conseguimos trabalhar com o nosso programa e avaliar o carro, testando diferentes configurações”, continuou.

Ericsson (foto) foi o mais rápido entre os pilotos da Sauber nos treinos livres para GP da Bélgica

“No TL2, continuamos a trabalhar no programa planejado e reunimos muitos dados. No entanto, a chuva que caiu, deixou as coisas bastante difíceis. O que nos impediu de completar o resto do cronograma. Analisaremos nossos dados agora e trabalharemos em melhorar nosso desempenho para o futuro”, complementou o sueco.

Já quem teve azar foi Pascal Wehrlein. O alemão perdeu grande tempo tentando resolver problemas técnicos no seu carro. Wehrlein ficou com 19º tempo, marcando 1min49s725.

“Hoje não foi o melhor dia para mim”, citou. “Já que tive dificuldades técnicas pela manhã, seguido de chuva, que influenciou o nosso programa no TL2”, respondeu.

“Minha equipe de mecânica trabalhou duro no TL1 e conseguimos resolver os problemas que tínhamos. Mesmo assim, eu não consegui completar a quilometragem que eu queria”, destacou.

“Hoje estou certo de que, depois de nos sentarmos e analisar nossos dados, podemos melhorar nosso desempenho para o resto do tempo neste fim de semana”.