”É triste ver uma equipe de ponta nesta situação”, diz Hamilton sobre a McLaren

Hamilton está triste com a atuação situação da McLaren

O piloto estreou na Fórmula 1 vestindo o macacão da escuderia prateada

 

Campeão do mundo em 2008 pela McLaren, Lewis Hamilton revelou que está triste com a falta de resultados da escuderia britânica nos últimos anos. Na opinião do tricampeão, o time de Woking precisa retomar o ”espírito guerreiro” e fazer as coisas com mais ”alma e coração” se quiser voltar a ser uma das principais equipes do grid.

A McLaren não sabe o que é vencer uma corrida na Fórmula 1 desde a saída do britânico, em 2012. De lá para cá, uma sucessão de erros foram cometidos, principalmente o acordo com a Honda, que ainda não conseguiu desenvolver um motor competitivo. “Eles têm um lugar no meu coração, já que estive por lá durante muito tempo. É triste ver uma equipe de ponta nesta situação.”

Vale lembrar que grande parte da carreira júnior de Hamilton foi patrocinada pela escuderia. A estreia do piloto na Fórmula 1 também aconteceu através da McLaren, em 2007. Neste ano, por muito pouco, o britânico não conquistou o seu primeiro título mundial.

Hamilton está triste com a atuação situação da McLaren

O piloto da Mercedes acredita que a sua ex-equipe chegou nessa situação por conta de decisões erradas que foram tomadas por pessoas que não estavam pensando no bem da McLaren. Contudo, ele acredita que os atuais funcionários estão tentando retomar o crescimento da equipe.

”Muitas vezes há coisas fora do nosso controle e outras que estão sob o controle que são definidas a partir de decisões, em última análise, de grupos ou indivíduos que tomam algumas decisões. Eles estão tentando dar os passos certos e tomar as decisões para levar a equipe na melhor direção”, finalizou.