Entraves burocráticos atrasam anúncio de Kubica

Kubica (foto)

Disposto a voltar à Fórmula 1, o piloto deverá reembolsar a quantia que recebeu pelo grave acidente de 2011

 

O retorno de Robert Kubica pela Williams em 2018 parece próximo e sofre atraso por motivos que não envolvem as negociações entre piloto e equipe. O problema seria devido questões burocráticas que envolvem Robert e um seguro que recebeu nos últimos anos.

Na última terça-feira, a própria Williams esclareceu que ainda não havia findado a negociação com o condutor para a próxima temporada, e que não havia previsão de que isso fosse feito antes do GP de Abu Dhabi.

A questão é que Kubica recebeu uma grande quantia de uma seguradora após o acidente no Rali de Andorra de 2011, que quase pôs fim em sua carreira na Fórmula 1.

As sequelas do acidente geram duvidas sobre a capacidade física dele guiar um carro de F1.

Recuperado, o polonês deve retornar à categoria, mas para isso precisá reembolsar a seguradora. Até que o problema nos bastidores seja resolvido, o anúncio deverá ser atrasado.

Em fevereiro de 2011, Kubica teve um grave acidente disputando Rali e sofreu diversas lesões em todo o lado direito do corpo, mais severamente no antebraço e mão. Desde então, nunca mais competiu em monopostos, apesar de realizar testes esse ano com a Renault.