“Eu provei que tenho velocidade o suficiente para continuar na F1”, diz Raikkonen

Raikkonen acha estranho os problemas da Ferrari nas últimas corridas

O piloto da Ferrari admitiu que “não está feliz com os resultados”. E que mesmo assim, ele provou que merece continuar no time de Maranello para o próximo ano.

 

Para Kimi Raikkonen, está provado que ele realmente merece obter um assento na Ferrari para a temporada de 2017 de Fórmula 1. O piloto finlandês fez uma análise sobre seu desempenho na primeira parte deste campeonato. Raikkonen afirmou que não está feliz com os resultados. No entanto, ele provou que tem velocidade o suficiente para continuar ocupando o seu atual lugar na F1.

“Eu provei que tenho velocidade o suficiente para continuar na Fórmula 1”, afirmou Raikkonen em entrevista para a revista britânica ‘Autosport’. “Pessoalmente, não estou feliz com os resultados. Eu quero ganhar corridas. Eu quero estar lá o tempo todo. E isso não aconteceu neste ano com muita frequência”, continuou.

Raikkonen comenta sobre sua possível condição futura na temporada de 2018 de F1

“Eu sei quando as pessoas estão corretas. E há algumas coisas que aconteceram que no final, você paga o preço por isso”, disse. “Dirigindo-se, eu tenho velocidade. E não estou preocupado com isso. Trata-se apenas de colocar as coisas no seu devido lugar corretas”, complementou.

Questionado se seu desempenho atual é satisfatório para a Ferrari, Raikkonen afirmou que ainda não tem ideia sobre isso. Mas que estes resultados foi o melhor desempenho que poderia conseguir pelo time de Maranello.

“Não estou muito feliz onde acabamos”, respondeu. “Considerando todas corridas até agora, não podemos mudar isso”, continuou. “É o suficiente para que aconteça algo no futuro? Eu não sei”, disse. “Vamos ver isso em algum momento. O time sabe o que eu quero. No final cabe a eles escolher o melhor caminho possível”, encerrou.

Por fim, Raikkonen comentou sobre o significado de vencer na Fórmula 1 – algo que não acontece desde o GP da Austrália de 2013. “Meu único objetivo é fazer o melhor”, respondeu.

“Esse é o meu único objetivo. E essa é a única razão de eu estar aqui. E não mais nada”, continuou. “Não é porque eu quero ser apenas parte disso. Esse é o final da história completa”, continuou. “Não é sempre divertido quando não está indo tudo muito bem. Mas é assim. Depende de muitas coisas. Velocidade, nós o temos. Se o resto não for como nós esperávamos”.