Ferrari confirma Kimi Raikkonen para 2017

Arrivabene torce por uma vitória de Raikkonen no atual campeonato

Finlandês continuará ao lado de Sebastian Vettel após inúmeros rumores sobre seu futuro na equipe italiana

 

A Ferrari colocou um ponto final na novela envolvendo o piloto finlandês Kimi Raikkonen. Com seu contrato terminando no final deste ano, havia muitas especulações sobre o futuro de Raikkonen no time de Maranello, inclusive, com muitos rumores sobre um substituto para o piloto. Nomes como Daniel Ricciardo (RBR), Sergio Pérez (Force India), Valtteri Bottas (Williams) foram cogitados para ocupar o lugar do finlandês para a próxima temporada. Entretanto, a equipe italiana resolveu renovar o contrato com Kimi, garantindo a permanência da dupla, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen, para 2017.

Raikkonen iniciou sua carreira na Fórmula 1 em 2001 pela Sauber, seguindo para McLaren no ano seguinte onde passou cinco longos anos, brigando, inclusive, por título mundial entre 2003 e 2005. No entanto, o título só viria para o finlandês em 2007, quando ele assinou seu primeiro contrato com a Ferrari, vencendo seis GPs e consagrando-se campeão naquele ano.

Porém as coisas nem sempre foram fáceis para o piloto. Nos dois anos seguintes após conquistar seu primeiro e único título mundial, Raikkonen conquistou apenas três vitórias em dois anos, o que para um piloto da Ferrari é muito abaixo do esperado, o que fez com que o piloto repensasse seu futuro dentro da F1, resultando, assim, no seu afastamento temporário em 2009. Kimi até tentou seguir carreira em outras vertentes do automobilismo, como a NASCAR, por exemplo, mas, em 2012, o finlandês acertou seu retorno para a F1, assinando contrato com a Lotus.

Raikkonen continuará na Ferrari para temporada de 2017

Raikkonen continuará na Ferrari para temporada de 2017

Com uma boa campanha pela Lotus, Kimi acertou seu retorno para Ferrari em 2014, conquistando apenas sete pódios em 47 corridas disputadas, onde quatro desses pódios foram conquistados na atual temporada, o que faz com que Raikkonen esteja empatado em número de pontos com seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, na corrida pelo título mundial de 2016.

Um dos principais motivos para que a Ferrari tenha renovado o contrato de Kimi por mais um ano é, sem dúvidas, além da boa relação que o piloto tem com o alemão companheiro de equipe, é que, para o próximo ano, algumas mudanças serão feitas no regulamento da F1. Dessa forma, Raikkonen consegue manter uma certa estabilidade para Ferrari, que aposta mais uma vez na experiência do piloto mais velho do grid e, somado à isto, a escuderia italiana, por ser bem conservadora, não optou pela contratação de um piloto mais novo e “desconhecido” com medo de causar certa instabilidade dentro da equipe, sem levar em consideração de que a aposta poderia não dar certo.

Durante o anúncio de renovação de contrato, Kimi Raikkonen afirmou estar feliz em correr mais um ano pela Ferrari, pois acredita que ainda pode ser competitivo e trazer bons frutos para o time de Maranello. Inclusive, o finlandês já havia dito que pretende terminar sua carreira na equipe italiana.

“Eu sempre disse que eu não estaria aqui se eu não estivesse aproveitando ou que sentisse que não poderia mais ser competitivo ou dar o meu melhor. Se eu não estivesse motivado, não estaria desperdiçando meu tempo e o da equipe.

“Há quase 10 anos atrás eu havia dito que minha última equipe seria Ferrari e isso ainda vale. O que acontecerá no futuro eu não sei, o tempo vai dizer, mas eu, geralmente, não faço planos para um futuro muito longo”, disse Raikkonen.