FIA anuncia nova regra para os motores da F1 em 2013

Nesta sexta-feira (10), a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) publicou em nota oficial um novo regulamento para os motores que serão utilizados pela F-1 no ano de 2013. Os motores passarão a consumir menos combustível e terão alguns itens que reaproveitarão a energia gasta pelo carro. As mudanças também requerem motores de 4 cilindros e que tenham, no máximo, 12 mil rpm, além de exigir que a pressão na injeção direta da gasolina seja superior a 500 bar.

A injeção direta obriga o motor a queimar o combustível de uma forma mais completa, evitando as perdas de energia que acontecem nos moldes convencionais. Os câmbios também sofrerão mudanças, cada caixa de câmbio deverá ser usada por cinco provas consecutivas, a regra atual requer quatro corridas seguidas.

Os propulsores terão uma redução de 35% no consumo da gasolina, que terá sua fórmula mesclada com alguns compostos de biocombustível a partir do ano de 2012.

Os futuros motores terão os mesmos níveis de desempenho que os atuais, que são válidos até 2012 e suportam 2.4 litro.

Outra mudança que ocorrerá será nos componentes do carro. Os componentes movéis da asa traseira serão modificados, assim como a parte dianteira dos carros, a parte da frente do chassis, por exemplo, será reforçada para proteger as pernas dos pilotos.

Em breve, a FIA divulgará as mudanças do regulamento de uma forma mais detalhada.