FIA conserva as duas zonas de ativação do DRS para o GP da China

FIA deve incluir as duas mesmas zonas de ativação do DRS para o GP da China

Além disso, Adrian Fernandez foi convidado para ser um dos comissários de prova para a corrida do próximo domingo (20) no circuito de Xangai.

 

Através de nota publicada em seu site oficial, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) garantiu que as duas zonas de ativação da Asa Móvel (DRS), usadas no ano passado no circuito de Xangai, devem continuar valendo no próximo final de semana do GP da China. O primeiro ponto de detecção vai estar instalado na reta de largada/chegada da pista chinesa.

FIA deve incluir as duas mesmas zonas de ativação do DRS para o GP da China

FIA deve incluir as duas mesmas zonas de ativação do DRS para o GP da China

Já o segundo ponto vai estar localizado após a curva 12. Ele vai ter como parte de sua trajetória de escape, os setores 13, 14 e 15, que são de alta velocidade. O ponto final de sua detecção é na reta antes da curva 16. A FIA optou por não fazer nenhuma modificação no circuito de Xangai. Na nota, a entidade deixa claro que pode acontecer pequenas mudanças no traçado da pista durante o final de semana.

Além disso, o ex-piloto de Fórmula Indy, Adrian Fernandez foi convidado para ser um dos comissários de prova para o GP da China. Fernandez é mexicano e já teve experiência nas 24 Horas de Le Mans.