FIA muda critério para aplicação da bandeira azul para Fórmula 1

FIA modifica regra para utilização de bandeira azul nas corridas da temporada de 2017 de F1

A Federação Internacional de Automobilismo decidiu que a introdução da bandeira para retardatário deverá ser realizada para pilotos que estiverem 1,2 segundo mais lentos em relação ao primeiro lugar. E não mais 1 segundo como era até o GP do Canadá.

 

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) modificou a regra para a aplicação da bandeira azul na Fórmula 1 para o GP do Azerbaijão, corrida esta agendada para acontecer no próximo domingo (25), no circuito de Baku. O comunicado foi realizado nesta quinta-feira (22) pelo órgão que regula a principal categoria do esporte a motor. De acordo com o relatório publicado pela revista francesa ‘F1i’, os pilotos que estiverem 1,2 segundo mais lento do que o líder da prova, devem ser considerados como retardatários pelos carros que estão à sua frente.

Diante disso, os comissários de prova da FIA devem aplicar a bandeira azul para estes condutores. A revista lembrou que essa modificação na regra para retardatários foi um pedido realizado por diversos pilotos. E que até o GP do Canadá, a bandeira azulada era apenas aplicada para quem estivesse 1 segundo atrás do líder da corrida. A publicação ainda não descartou a possibilidade da Federação Internacional de Automobilismo modificar novamente esta regra no fim de semana do GP do Azerbaijão.