FIA promete investigar invasão de pista durante GP da Austrália

FIA vai investigar invasão de pista ocasionado durante volta de apresentação no GP da Austrália

Segundo Charlie Whiting, o caso ocorreu durante a volta de aquecimento realizada antes da largada no circuito de Melbourne.

 

Nesta segunda-feira (27), a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) confirmou que irá abrir inquérito para investigar a invasão de pista realizada durante a volta de aquecimento dos carros que participaram no GP da Austrália, no domingo passado (26). Segundo o diretor de provas da FIA, Charlie Whiting, algumas pessoas atravessaram as cercas de segurança e se deitaram na pista momentos depois que os carros se posicionaram no grid de Albert Park.

“Normalmente os espectadores são permitidos entrarem na pista somente no momento em que a corrida foi terminada”, afirmou Whiting em entrevista para a revista francesa ‘F1i’. “Felizmente, nenhuma situação perigosa surgiu. Mas vamos investigar o que realmente aconteceu”, complementou.

FIA vai investigar invasão de pista ocasionado durante volta de apresentação no GP da Austrália

Já o promotor do GP da Austrália, Andrew Westacott, comentou sobre o caso. O organizador afirmou que não acredita na possibilidade de falha na segurança. Mas afirmou que se caso isso for realmente constatado, medidas devem ser tomadas para que o fato não se repita mais.

“Estou preocupado, porque temos processos muito, muito rigorosos. E seguimos o que nos é recomendado para as 21 corridas do ano passado. E até hoje nada de anormal aconteceu. Iremos analisar o fato. E devemos tomar medidas para que o mesmo não se repita mais”.