Fim da “Era Hugo Boss” na Fórmula 1

O patrocinador de longa data, está pronto para acabar o envolvimento na categoria para focar na Fórmula E

A marca de moda alemã patrocina a Mercedes desde 2015. Anteriormente, tinha acordo há mais de 30 anos com a McLaren, durante o período mais bem sucedido da escuderia na Fórmula 1.

Mas com o visível crescimento da Fórmula E, onde os fabricantes, incluindo a Mercedes, estudam a possibilidade de ingressar num futuro próximo. Hugo Boss muda a chave e aponta seus esforços para investir na “nova” categoria.

O executivo Mark Langer disse que sentiu que a F-E era uma plataforma melhor para a empresa. “Claro que a Fórmula 1 é a melhor classe de automobilismo, mas a Fórmula E é mais inovadora e sustentável.”

Chega ao fim a parceria de anos entre a marca de moda e a principal categoria do automobilismo.

“Os motores, as corridas nas principais cidades, é algo que um público mais jovem gosta, o que oferece novas oportunidades”, revelou o executivo.

Langer desconversou a possibilidade de a decisão ter sido tomada por motivos financeiros, já que a fórmula E era uma opção mais barata que a Fórmula 1. “Depois de muitos anos na Fórmula 1, desde Jochen Mass, na década de 1970, pensamos no próximo assunto.”