Fim de semana foi “sombrio”, diz Ricciardo

O saída precoce de COTA, impediu que Ricciardo segurasse o pódio dos EUA.

Piloto australiano largou somente na sétima posição e teve que abandonar o GP do México

 

O final de semana no México não terminou nada bem para Daniel Ricciardo. Na verdade, ele nem começou bem. O australiano marcou apenas o sétimo melhor tempo no classificatório, e foi obrigado a abandonar o GP ainda nas primeiras voltas, por causa de problemas no turbo do seu carro. Já seu parceiro de equipe, Max Verstappen, venceu a corrida sem maiores problemas. Quatro dos cinco que abandonaram utilizaram motores Renault, três deles por problemas relacionados à peça, o que liga o alerta para as equipes que são fornecidas com unidades de potência francesas.

“É óbvio que o fim de semana se tornou uma merda. Fiz o que pude no começo – estava bem perto, havia um pouco acontecendo – mas fiz um rápido progresso. Eu disse a Helmut nesta manhã que eu chegaria á sétima posição no final da primeira volta. Chegamos perto. Nós colocamos o novo motor, mas algo deu errado. Não tenho certeza do que era ou onde isso nos coloca para o Brasil”, disse Ricciardo.

Já é a segunda corrida consecutiva que Ricciardo abandona

Daniel abandonou a etapa do México após relatar, em seu rádio, que estava com problemas no seu turbo. Além dele, Nico Hulkenberg, da Renault, abandonou momentos antes de Brendon Hartley, da Toro Rosso. O jovem neozelandês saiu da pista após comunicar que estava “perdendo muita potência”. Sains foi outro que foi forçado a sair mais cedo do autódromo Hermanos Rodríguez.

“Certamente, algo fundamental está acontecendo. Nós viemos ao México nos últimos anos, então não deve haver surpresas, sei que a altitude e as temperaturas nos dificultaram na permanência no topo neste fim de semana”, respondeu Ricciardo quando perguntado se as condições no México fizeram com que o final de semana fosse desastroso.

“Eu não sei se é a especificação do motor deste ano que está lutando aqui – obviamente, é, mas não temos certeza. Então, foi um fim de semana muito sombrio para alguns de nós, é uma pena ter terminado cedo de novo, então acho que é um pouco do que Max experimentou no início do ano, sim, não é tão divertido”, completou o australiano, que ocupa a 4ª colocação no mundial de pilotos.