GP da França é confirmado de volta no calendário da F1 a partir de 2018

Etapa francesa vai ser realizada no circuito de Paul Ricard

 

É oficial, o GP da França vai retornar ao calendário da F1 a partir de 2018. O anúncio foi feito durante uma conferência de imprensa em Paris, nesta segunda-feira (5). O evento será realizado no sul da França, em Paul Ricard, palco de 14 corridas entre os anos de 1971 e 1990.

A conferência realizada no Automobile Club de France, contou com a presença do presidente da FFSA (Federação Francesa de Esportes à Motor) Nicolas Deschaux, além do presidente do Conselho Regional da Província da Costa Azul dos Alpes (PACA).

A volta do GP da França contará com o apoio da PACA, da cidade de Toulon, do departamento de Var e da FFSA, com um impacto previsto em 65 milhões de euros para a região. A França também é responsável por sediar o primeiro GP em 1906, agora, após 10 anos de ausência, a etapa francesa foi confirmada em Paul Ricard para 2018.

Paul Ricard voltará a sediar o GP da França

Paul Ricard voltará a sediar o GP da França

Também conhecida como Le Castellet, Paul Ricard tornou-se um circuito de última geração após grandes obras realizadas na virada do século. A pista possui uma ampla gama de 137 layouts,  com a mais longa medindo mais 5km.

O Le Castellet, apesar da ausência no calendário da F1, sediava alguns eventos automobilísticos internacionais, como, por exemplo,  a Blancpain GT Series. No entanto, será necessário a instalação de tribunas e  outras plataformas para o retorno à categoria máxima do automobilismo.

Apesar de Paul Ricard ser propriedade de confiança da família do chefão da F1, Bernie Ecclestone já descartou a relação com os promotores do evento. A última vez que a França recebeu a F1 foi em 2008, em Magny-Cours, com vitória do brasileiro Felipe Massa, ainda pela Ferrari.