Hamilton alfineta Rosberg: “não farei a coisa fácil”

Wolff

Recém coroado tetra-campeão mundial, piloto inglês afirma que não vai se aposentar após o título

 

Lewis Hamilton confirmou seu favoritismo e venceu o título mundial de pilotos após terminar o GP do México na 9ª colocação, no último Domingo. Com a nova conquista, ele agora é tetra-campeão e o piloto britânico mais bem sucedido de toda a história da elite do automobilismo global. Agora, o condutor da Mercedes afirma que não vai tomar a atitude “mais fácil” e se aposentar com o novo título, como fez seu antigo parceiro de equipe, Nico Rosberg. Recentemente, Hamilton admitiu que a saída do alemão ajudou no sucesso desse ano.

“Espero que eu tenha meu lugar garantido aqui e que eu possa continuar enquanto eu estiver no topo da minha forma. Essa é a minha meta. Obviamente, eu poderia fazer a coisa fácil que Nico [Rosberg] obviamente fez, que é simplesmente parar, e me contentar com os quatro títulos. Mas acho que há mais em mim. Acho que há mais a vir, mais desafios. Há tempos difíceis pela frente, e eu gosto disso. Amo isso, é desafiador”, disse o piloto da Mercedes.

Hamilton disse que saída de Rosberg, adoção do veganismo e conversa com Wolff foram o segredo para sua evolução em 2017

O piloto inglês, que agora se iguala a Vettel no número de títulos mundiais, já contou que chegou a pensar em se aposentar algumas vezes, mas afirmou que seu foco está totalmente dentro da F1. “Eu gostei deste ano mais do que nunca. Em alguns momentos seria melhor viver em um único lugar, socializar mais, passear com meus cachorros todos os dias e surfar. Mas aí eu penso que há muito da vida para ser vivida além dos 40 anos, e ali eu não conseguiria mais voltar à F1. Então, vai haver um ponto em que eu vou pensar ‘OK, já tive o suficiente’”, disse o atual campeão.

Após vencer o título de 2016 pela Mercedes, Nico Rosberg optou por se aposentar e surpreendeu o mundo da Formula 1. Com sua decisão, a escuderia contratou Valtteri Bottas para substituí-lo, e a nova parceria já rendeu frutos. Além do mundial de Hamilton, a Mercedes já venceu o mundial de construtores e o finlandês ainda pode ganhar o vice-campeonato, que atualmente está com Sebastian Vettel. Caso consiga, Bottas fechará o que seria uma temporada perfeita para a escuderia.