Hamilton já preparou a festa, mas não sabe se comemora em Austin

Hamilton revelou que está mais seguro física e mentalmente

O circuito do Texas pode trazer o título para Hamilton, que precisa além de um bom resultado, “secar” o rival e o companheiro de garagem

 

De olho no título, Lewis Hamilton já pode conquistar o tetracampeonato neste fim de semana. Porém, o condutor espera por um encaixe nos resultados e por isso corre de olho nos rivais.

No passado, 6 títulos do campeonato mundial de Fórmula 1 [quatro de pilotos e dois de fabricantes] foram entregues em solo americano. O dia 22 de outubro trouxe o trófeu e faz parte da memória de: Denny Hulme em 1967, Alain Prost em 1989, Michael Schumacher em 1995, da Ferrari em 2000 e Fernando Alonso, junto com a Renault em 2006.

Além de complicar a vida de Seb, talvez Lewis precise da ajuda de Bottas para se sagrar campeão de 2017.

Neste domingo, duas novas coroas podem ser premiadas. A Mercedes e Lewis Hamilton, que assume a liderança com 59 pontos a frente do 2º colocado, Sebastian Vettel, tem chances de conquistar o título mundial de pilotos de 2017 em Austin, caso:

– Lewis ganhe a etapa dos EUA e Vettel não chegue à frente do 6º;

– Lewis termine em 2º lugar no GP e Vettel não chegue à frente do 9º;

Entretanto, neste segundo caso, o campeonato não será necessariamente encerrado. Na verdade, mesmo que Hamilton termine em 2º lugar no GP dos EUA e Vettel não faça mais do que dois pontos, uma vitória do companheiro de equipe, Valtteri Bottas, prolongará o suspense até a corrida do México.