Hartley desbanca Kvyat e será titular no México

Toro Rosso acaba com mistério e confirma que neozelandês será parceiro de Gasly no próximo GP. Situação de Kvyat na equipe segue indefinida

 

Após fazer sua estréia na F1 pela sua nova equipe, a Toro Rosso, Brendon Hartley afirmou que a experiência de pilotar um carro da elite do automobilismo foi diferente de tudo o que já tinha experimentado, e contou, ao término do GP dos EUA, que desejava uma nova oportunidade no futuro. O que o jovem não sabia é que sua espera não demoraria muito: a sua escuderia anunciou que a dupla de pilotos para o GP do México será composta por ele e Gasly, que retorna de uma tentativa frustrada de vencer o título da Super Formula, no Japão.

Em uma declaração de apenas uma linha divulgada ainda ontem, a Toro Rosso afirmou que os pilotos que conduzirão os carros da equipe serão Pierre Gasly e Brendon Hartley, e disse que não daria mais informações sobre sua decisão. A equipe se encontra em um dilema: não sabe se investe na experiência de Kvyat para a briga pelo quinto lugar no mundial de construtores ou se adianta o planejamento do ano que vem, investindo em Hartley. O piloto russo já havia sido substituído por Gasly nessa temporada, mas voltou à titularidade com a ida de Sainz para a Renault. Agora, ele perde novamente seu lugar.

 

Se a Hartley parece ter futuro na Toro Rosso, o mesmo não se pode dizer de Daniil Kvyat. O russo já contou que vai conversar com Helmut Marko, consultor da Red Bull, sobre seu destino na equipe. O piloto já afirmou, recentemente, que merecia esclarecimentos da escuderia sobre o cenário que ele se encontrará nos próximos anos.

A Toro Rosso persegue a Williams com uma diferença de 15 pontos na batalha pelo quinto lugar do mundial de construtores, o que pode ser alcançado nas últimas três etapas do campeonato. Daniel Ricciardo já demonstrou sua confiança em Hartley, que terminou em 13º no GP dos EUA, e busca somar pontos para sua equipe na corrida do México, que ocorre no próximo domingo (29) às 17h.