Horner diz que Verstappen não teve culpa pelo acidente com Raikkonen em Cingapura

F

Segundo o chefe taurino, o incidente após a largada da corrida em Marina Bay ocorreu porque os carros da Ferrari não deram espaço o suficiente para primeira curva.

 

Para Christian Horner, Max Verstappen não foi culpado pelo acidente ocorrido após a largada do GP de Cingapura. Nesta terça-feira (19), o chefe de equipe da Red Bull Racing (RBR) classificou o episódio como acidente de corrida, onde os carros da Ferrari poderiam ter evitado caso eles realmente tivessem dado espaço logo na primeira curva do circuito de Marina Bay.

“Foi extremamente frustrante perder Max [Verstappen] logo no começo da corrida”, respondeu. “Ele se envolveu em um incidente que não teve nada a ver com ele”, continuou. “Então tudo poderia ter sido evitado. Se Sebastian [Vettel] tivesse movido seu carro para a esquerda. E Kimi [Raikkonen] para a direita, com certeza, não teríamos visto aquele choque”, complementou.

Horner afirmou que Verstappen (meio) não teve culpa no acidente com carros da Ferrari

Horner também revelou que Daniel Ricciardo quase abandonou o GP de Cingapura por conta de problemas na caixa de câmbio. “Daniel [Ricciardo] começou a perder óleo na caixa de velocidades. E isso criou um problema muito complicado”, respondeu.

“No entanto, ele conseguiu se manter à frente de Valtteri [Bottas]. Infelizmente, ele não tinha condições de atacar Lewis [Hamilton]. Então foi um segundo lugar, uma posição forte conquistada mesmo depois de passar 15 voltas com problemas no carro”.