Hulkenberg critica Raikkonen por manobras defensivas feitas no GP do México

Hulkenberg

O piloto da Force India acredita que o condutor da Ferrari deveria evitar bloquear os carros nas curvas quando está sob ataque nas corridas.

 

As polêmicas sobre o último GP do México ainda persistem mesmo após a conclusão da corrida do domingo passado (30). A novidade da vez aconteceu nesta terça-feira (1º), quando Nico Hulkenberg criticou a forma de pilotagem apresentada por Kimi Raikkonen. O condutor da Force India afirmou que não conseguiu ultrapassar o piloto da Ferrari porque o mesmo o bloqueava nas curvas do circuito Hermanos Rodríguez.

Por conta deste comportamento bastante agressivo de Raikkonen, Hulkenberg preferiu permanecer na quinta colocação ao invés de ter a chance de se envolver em possível acidente com o carro do ‘Homem de Gelo’. “Ele precisa deixar mais espaço”, criticou Hulkenberg em entrevista para a revista italiana ‘Motorsport.it’.

Hulkenberg

Hulkenberg (trás) critica forma de pilotagem apresentada por Raikkonen (frente)

“Se eu o tivesse atacado, eu poderia me envolver em um acidente. E isso iria nos gerar danos consideráveis”, continuou. “Obviamente eu estava o atacando sempre por dentro. Mas ele sempre me bloqueava e para não ter o contato, eu jogava o meu carro para o lado de fora da pista”, lembrou.

“E isso certamente acabou com os meus pneus. Até que em um momento, eu conversei com a equipe e perguntei pelo rádio: ‘Cara o que eu tenho que fazer?’”, descreveu. “Eles me responderam que o melhor seria continuar onde eu estava”, complementou.

Hulkenberg afirmou que a medida de ultrapassar Raikkonen era algo preciso para a Force India no último GP do México. Caso tivesse terminado na quarta colocação em Hermanos Rodríguez, certamente a Force India teria uma diferença ainda maior para a Williams no Mundial de Construtores.

“Então, do meu ponto de vista, esta ultrapassagem poderia nos render bons frutos para o Mundial de Construtores”, afirmou. “Foi uma pena que eu não consegui ultrapassar Kimi [Raikkonen] no final”, lamentou.

Hulkenberg

Hulkenberg lamentou por não ter conseguido terminar GP do México na quarta colocação

“Eu tinha vantagem nos pneus. E ele com o carro mais rápido. Seria uma briga interessante. Mas, eu fiz tudo o que poderia ter sido feito”, concluiu.

Sobre a disputa pela quarta posição do Mundial de Construtores da temporada 2016 de Fórmula 1, a Force India está ocupando este lugar com 145 pontos, nove a mais do que a Williams – que é a quinta colocada na tabela.