Hulkenberg revela que não gostou do desempenho do R17 da Renault neste começo de temporada

Hulkenberg

O condutor alemão também elogiou a forma de trabalho realizado pela equipe técnica do time de Enstone para aprimorar a máquina francesa.

 

Pelo visto a sinceridade é um dos pontos fortes de Nico Hulkenberg em sua relação com a Renault. Nesta quinta-feira (20), o condutor alemão revelou que fez diversas críticas contra o RS17. Hulkenberg admitiu que não gostou do modo de pilotagem apresentado pelo carro francês. E que isso o tem influenciado bastante no seu desempenho dentro da pista apresentado nas últimas três corridas deste ano.

“Quero dizer que tudo é relativo”, afirmou Hulk em entrevista para a revista francesa ‘F1i’. “Estou no carro. E obviamente que a minha equipe espere que eu me concentre, pilote e consiga o melhor resultado possível”, argumentou.

Hulkenberg que não gosta do desempenho apresentado pelo RS17 da Renault

“As pessoas esperam que nós possamos chegar em 15º, mas para mim, isso é algo pior. E eu não me importo. Acho que eu não gosto da nossa máquina. Ainda não. Precisamos melhorar o nosso ritmo. Ainda necessitamos evoluir em diversas áreas. E para isso, precisamos de um bom e básico pacote”, complementou.

Apesar de criticar o potencial apresentado pelo RS17, Hulkenberg elogiou o trabalho realizado pela equipe técnica da Renault para o desenvolvimento da máquina francesa. “Acho que temos uma boa estrutura neste lugar”, declarou.

“Não há grandes déficits em relação ao trabalho de todos. Há sempre espaço para melhorias. E também há tantas áreas diferentes em que todos estão trabalhando”, descreveu. “É apenas muito trabalho e esforço. Sabemos que realmente é difícil alcançar lá”.