Maldonado assume erro que causou acidente em Melbourne

O venezuelano ainda elogiou a potencia do FW-34 e afirmou que em Sepang, a Williams estará na ponta

Conquistando a 13º posição, o venezuelano, Pastor Maldonado, conseguiu, neste domingo (18), mostrar a competitividade do FW-34 nas pistas do circuito de Melbourne. O piloto da Williams foi o destaque do GP da Austrália, onde conseguiu dar trabalho ao piloto espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.

Maldonado assumiu a culpa do acidente em que tirou Grosjean da prova de Melbourne. (Foto: Williams)

“O carro pareceu bom hoje. Nosso ritmo foi rápido e consistente e nós estávamos buscando ser competitivos até o momento em que estávamos na última volta, que é a mais importante. Infelizmente eu perdi a traseira do carro ao pressionar Alonso e não tive para onde ir”, afirmou Maldonado.

Apesar da colocação, Maldonado afirmou que para início de temporada a Williams foi bem. Pastor ainda disse que antes da largada estava nevorso, e que forçou bastante nas ultrapassagem. Em uma delas, o piloto venezuelano assume que bateu em Romain Grosjean para conseguir ultrapassar o carro da Lotus.

“Eu não tinha escolha, tinha que passar de todo o jeito. Quando eu vi o carro de Grosjean sair pelo lado, pensei que o toque também iria me tirar da corrida, mas não foi o que aconteceu. Depois o engenheiro do nosso time nos falou que a roda traseira bateu na dianteira dele, coisa de corrida”, explicou Maldonado.

Em relação ao GP da Malásia, Maldonado promete obter uma boa posição para pontuar pela Williams. O piloto acredita que o carro ainda precisa de pequenos ajustes que na próxima etapa serão superados.