Mercedes testou novo radiador e paletas giratórias no W07 em Barcelona

Na foto acima,

Segundo a imprensa italiana, o time de Brackley avaliou a eficiência das novas peças que devem ser usadas no GP de Mônaco.

 

A Mercedes está procurando maneiras de aprimorar ainda mais o desenvolvimento técnico da sua unidade de força. Nesta sexta-feira (20), o designer italiano Giorgio Piola afirmou que o time de Brackley testou o novo radiador para a sua usina de força durante os dois dias de testes aerodinâmicos realizados no circuito da Catalunha, na terça (17) e quarta-feira (18) passadas.

Na foto acima,

Na foto acima, Piola apresenta detalhes sobre a ‘palestra giratória’ testada pela Mercedes em Barcelona

Sobre o novo radiador, Piola destacou que a peça continua utilizando tanto o óleo, como também o ar gelado para arrefecer o motor V6 Turbo. O equipamento que vai ser usado no fim de semana do GP de Mônaco é bem maior do que a peça usada na prova disputada na pista da Catalunha.

Com o aumento da eficácia do sistema de refrigeração do motor V6 Turbo da Mercedes, é esperado que a unidade de força alemã tenha o aumento de potência. Piola não arriscar determinar o valor deste acréscimo de poder, mas acredita que deve ser algo significativo.

Piola também comentou sobre as chamadas ‘paletas giratórias’, que foram instaladas na traseira do W07 durante os dois dias de testes aerodinâmicos em Barcelona. Segundo o designer italiano, esse equipamento é composto por mini abas que rodam a partir da interação com o fluxo de ar que vem de outras partes dos carros.

Esse mecanismo é usado com o objetivo de diminuir a pressão aerodinâmica existente na parte traseira da máquina alemã. Ele é fundamental para conseguir mais impulso, especialmente, em linha reta.