Mesmo sem acordo com Sauber, Matsushita diz que vai conquistar superlicença para Fórmula 1

Matsushita

O condutor japonês afirmou que está totalmente confiante que poderá obter a permissão para pilotar na F1 ainda neste ano.

 

A Sauber não deverá mais contar com motores híbridos da Honda a partir do próximo ano. A novidade aconteceu no mês passado, quando o time de Hinwil decidiu romper com a montadora japonesa, para assim, se tornar uma espécie de time B da Ferrari.

Nesta sexta-feira (11), Nobuharu Matsushita comentou sobre o rompimento Sauber-Honda. O condutor japonês afirmou que o fim da parceria não vai prejudica-lo no seu maior objetivo deste ano, ou seja, ter condições de conquistar a superlincença para pilotar na Fórmula 1.

Matsushita acredita que tem condições de conquistar superlicença para F1 para 2018

“Neste ano, o meu objetivo é estar entre os três melhores da Fórmula 2 para obter a superlicença da F1 para 2018. Eu acho que isso é possível. Eu tenho que fazer bem na F2 para ver o que irei fazer no próximo ano”, opinou.

“Mas eu acho que tudo é possível. Tivemos alguns fins de semana bem difíceis como na Hungria. Mas tenho certeza que iremos ter melhores resultados em Spa e Monza”, declarou.

“Não, não acho não. Não acho que isso [fim da parceria Sauber-Honda] vai me atrapalhar. Eu tenho que estar entre os três primeiros da F2. Essa é a minha meta”.