Ojjeh sobre atual fase da McLaren: “A decepção é enorme, até mesmo para Honda”

Ojjeh

O acionista majoritário afirmou que está preocupado com a péssima fase do time de Woking. E que mesmo assim confia na busca de soluções. O sheik bareinita ainda comentou sobre a decisão de Fernando Alonso em disputar as 500 Milhas de Indianápolis.

 

A McLaren-Honda pode estar passando por uma das suas piores fases na Fórmula 1. Essa foi a opinião apresentada pelo Sheik bareinita Mansour Ojjeh, que é o atual acionista majoritário da equipe de Woking. Ojjeh destacou que os recentes problemas técnicos ocorridos nas últimas três corridas tem desmotivado toda equipe nipo-britânica. E que mesmo assim, ele confia na possibilidade desta má fase passar ainda neste campeonato.

“A decepção é enorme, até mesmo para Honda”, destacou Ojjeh em entrevista para a revista francesa ‘Auto Hebdo’. “Foi-nos prometidos que nós seríamos os primeiros do grid. E que não ficaríamos atrás na última fila”, afirmou.

Ojjeh admite que McLaren está estudando “diversos cenários” sobre questão de motor

“Então, eles [Honda] fizeram mea culpa. Mas isso é algo que não estamos olhando melhor. Acredito que podemos obter a resposta necessária para esta etapa, vamos ver”, declarou.

Questionado sobre a recente especulação negada por Eric Boullier em que apontava para possibilidade da McLaren teria procurado a Mercedes para negociar o fornecimento de motores híbridos na F1, Ojjeh não confirmou o boato. Mas afirmou que o time de Woking está trabalhando com “diferentes cenários”.

“Trabalhamos em diferentes cenários”, afirmou. “Mas, eu não posso falar sobre isso agora. Estamos gastando muito tempo e energia para encontrar soluções. Temos uma cultura de vitória e precisamos nos manter assim”, argumentou.

Por fim, Ojjeh comentou sobre a decisão de Alonso que preferiu trocar o GP de Mônaco pelas 500 Milhas de Indianápolis na Fórmula Indy. “Fernando [Alonso] é um grande piloto que está sofrendo há dois anos”, respondeu.

Ojjeh elogiou Alonso (foto) e explicou porque o liberou para disputar a Indy 500

“Ele quer a tríplice coroa. Eu disse a ele que se ele é louco para ir a Indianápolis, nós iríamos conversar com Juan Pablo Montoya. Fernando afirmou que não precisamos nos preocupar, pois ele vai se adaptar o mais rápido possível”, revelou.

“Fernando também quer correr nas 24 Horas de Le Mans. A título pessoal, eu gostaria muito de ver a McLaren nestas duas categorias com Fernando vencendo corridas. Mas por enquanto, a nossa prioridade é resolver os problemas do nosso motor na F1”.