Para Hamilton, “só as memórias positivas ficarão dessa jornada”

O piloto inglês, que irá se transferir para a Mercedes em 2013, falou do sentimento de correr pela última vez pela equipe que o revelou

O GP do Brasil, além de marcar a segunda despedida de Schumacher das pistas e de definir o novo tricampeão mundial de Fórmula 1, marcará a última corrida de Lewis Hamilton na McLaren. O piloto foi revelado pela equipe inglesa e já está a seis anos correndo pelo time, onde conseguiu suas 21 vitórias, além do seu título mundial, conquistado em 2008.

Hamilton não descarta volta à McLaren um dia

O piloto, que nunca venceu em Interlagos e que espera vencer para fechar com chave de ouro seu ciclo na equipe, declarou que só levará as boas lembranças com ele para a Mercedes, sua futura escuderia.

“Vou levar apenas as memórias positivas dessa jornada, como meu título mundial, vencer meu primeiro GP, o começo juntos, e acho que esse fim de semana”, afirmou.

“Acabei de falar para eles que, apesar de estar com a Mercedes, provavelmente vou voltar aqui para almoçar e jantar, porque a comida é ótima. Espero que o camarote da Mercedes seja tão bom quanto o nosso”, continuou o piloto.

Além disso, ele disse que um possível retorno no futuro poderá acontecer. “Você nunca pode dizer nunca e eu vivi um período ótimo. Acho que essa sempre será a minha casa, sempre vou olhar para ela como a minha casa, o lugar de onde eu vim, então voltar um dia seria legal, mas eu quero partir e experimentar algumas coisas no caminho. É quase como sair de casa e viajar um pouco, apenas vou fazer isso com uma companhia diferente”, finalizou o inglês.