Para Hulkenberg, Renault precisa conquistar pódios para chegar na quinta colocação do Mundial de Construtores

Hulkenberg

O condutor alemão afirmou que esta meta é possível. Desde que o RS17 tenha pacote competitivo para brigar contra Ferrari, Mercedes e Red Bull Racing.

 

A Renault possui chances de terminar na quinta colocação do Mundial de Construtores, desde que conquiste pódios na temporada de 2017 de Fórmula 1. Essa foi a opinião apresentada por Nico Hulkenberg neste domingo (13). O condutor alemão afirmou que este feito somente poderia ser possível se o RS17 tivesse pacote competitivo contra os desempenhos de equipes como Ferrari, Mercedes e Red Bull Racing (RBR).

“Acho que isso é viável”, respondeu Hulkenberg para a revista britânica ‘Autosport’. “Não será fácil. Mas sinto que o carro agora possui mais potencial. Nós estamos realizando boas corridas. E isso deve-se por conta dos nossos resultados”, argumentou. “Queremos estar entre os seis primeiros. E quem sabe brigar por alguns pódios. Eles sempre estão à frente. E precisamos estar à frente também. Espero que possamos conseguir este feito”, complementou.

Hulkenberg afirmou que está satisfeito com desempenho do RS17

Questionado sobre a evolução do RS17, Hulkenberg afirmou que está bastante satisfeito com os resultados obtidos dentro da pista. “Eu acho que eles refletiram totalmente minhas perspectivas”, respondeu.

“Obviamente, o desempenho do carro foi bom por conta das novas atualizações. Então, acho que temos um longo caminho pela frente. E acho que teremos oportunidades. Definitivamente estamos mais divertidos e mais rápidos do que antes”, opinou.

“Eu só posso falar sobre mim. Mas o carro tem combinado com o meu estilo de pilotagem. Você sempre tem que dirigir para si mesmo. E isso facilmente está me ajudando bastante nas corridas. O carro parece ser mais nervoso como foi em Baku. Onde não há espaço para erro. Mesmo assim, encontrei muita dificuldade por conta dessa mudança”, encerrou.

Sobre a Renault, o time de Enstone se encontra com 26 pontos na oitava colocação do Mundial de Construtores da temporada de 2017 de Fórmula 1 –  três a menos do que a Haas F1 Team que é a sétima com a pontuação de 29. Enquanto isso, a nona colocação pertence a McLaren-Honda que tem 11.