Para o GP do Brasil, objetivo de Massa é sair na frente da Renault, Force India e McLaren

Felipe acredita que é relevante largar na frente das adversárias em sua última prova em casa

 

Com o 7º tempo do TL1 e a 8ª marca na segunda sessão de Interlagos, Felipe Massa definiu os adversários para o treino classificatório do seu último GP no Brasil: Renault, Force India e McLaren.

Para o condutor da Williams, sair na frente dessas equipes rivais é muito importante. “Vamos tentar ficar na frente da Renault, Force India e McLaren, que são equipes com quem a gente vem lutando nas últimas corridas e que têm carros mais rápidos que o nosso.”

“Minha expectativa é mais para como vai ser o domingo, que deve ser bem quente também e sem previsão de chuva. Amanhã deve acontecer o contrário, com temperaturas mais baixas e talvez até com um pouco de chuva no meio. Temos que ficar atentos para amanhã, pois a posição de largada aqui é muito importante”, explicou Massa.

O brasileiro admitiu o desejo de ficar à frente das rivais e revelou fato inusitado.

Na parte final do segundo treino ocorreu um fato curioso. Enquanto fazia a simulação de corrida, Felipe entrou nos boxes, reduziu a velocidade e arremessou um papel amassado em direção a garagem da Williams. Após os testes, Massa revelou o ocorrido. “Quando eu estava parado no box, meu fisioterapeuta me deu um papel para eu enxugar meu suor e este papel acabou ficando no meu colo. De repente ele subiu, aí na hora que eu entrei aproveitei para jogar fora.”