Pérez deixou sua torcida com gosto de ‘quero mais’

Piloto mexicano terminou o GP do México na zona de pontuação, em 10º, mas a calorosa torcida mexicana esperava mais

 

Correndo em casa, Sergio Pérez até que tentou impressionar os torcedores mexicanos durante o GP do México, realizado neste domingo (30), na Cidade do México. Checo terminou na zona de pontuação, mas fez uma corrida abaixo do esperado pela Force India, alegando que deveria ter estudado outro tipo de estratégia para os pneus.

Pérez até levantou a torcida em manobra para cima do brasileiro Felipe Massa. Na situação, Checo já havia feito sua primeira e única parada na corrida para trocar os compostos macios, que já estavam bem desgastados, pelos pneus médios, assim como Massa. No entanto, o brasileiro já estava com os compostos mais desgastados, o que permitiu que Pérez, em uma manobra ousada, colocasse de lado e conquistasse a 9ª posição do brasileiro.

Pérez terminou o GP do México na 10ª posição, atrás da Williams

Pérez terminou o GP do México na 10ª posição, atrás da Williams

Em seguida, Pérez não conseguiu completar a manobra, pois estava próximo da zona de frenagem e, não conseguindo frear a tempo, Checo saiu da pista e sofreu um “x” de Felipe Massa, que recuperou a 9ª posição. No final, nada mudou, Pérez somou pontos na 10ª colocação enquanto que Felipe conseguiu manter a nona colocação para a Williams.

“Mesmo que eu tenha marcado pontos, foi uma corrida meio frustrante. Fiquei preso atrás dos carros da Williams e não pude ultrapassá-los. Tentei de tudo, mas não estava fácil, pois eles tinham uma boa vantagem com relação às velocidades em linha reta”, explicou Checo. “Houve algumas situações em que eu estive muito perto do Felipe, mas não foi possível completar a manobra”, acrescentou.

Torcida mexicana deu show durante GP do México

Torcida mexicana deu show durante GP do México

Segundo Sergio Pérez, a equipe, provavelmente, utilizou de uma estratégia errada de pneus. Buscando apenas 1 pit-stop, Checo foi para os boxes na volta de número 21 para trocar os compostos macios pelos médios. Ao longo da corrida, a Force India percebeu que a durabilidade dos compostos médios foi maior do que imaginavam.

“Eu acho que a gente poderia ter tentado alguma estratégia diferente, subestimamos o efeito dos pneus médios, o que acabou por ter uma durabilidade muito maior. Assim, poderíamos ter parado mais cedo e correr o resto da corrida com os médios”, comentou Pérez. “Mesmo com o 10º lugar, os fãs estavam torcendo por mim. Embora eu quisesse lhes dar um resultado melhor, eles mostram que são muito leais”, finalizou o mexicano.