Pérez exalta momento na Force India e se diz pronto para voltar a uma equipe grande

Pérez se vê pronto para uma nova chance em uma equipe de ponta.

Piloto crê que a experiência que tem agora faria com obtivesse os melhores resultados em uma equipe grande, ao contrário do que aconteceu quando esteve na McLaren.

Oitavo colocado no Mundial de Pilotos, com 14 pontos conquistados em três corridas, Sergio Pérez se vê hoje muito mais capaz de obter bons resultados em uma grande equipe do que quando esteve na McLaren. Segundo o piloto mexicano, a sua experiência atual faria com que ele tivesse mais sucesso no caso de haver uma proposta de um dos times do topo do grid.

Pérez já teve a chance de guiar em uma das maiores escuderias da F1, a McLaren, na temporada de 2013. Entretanto, na ocasião, acabou não alcançando os resultados esperados e foi dispensado pelo time na temporada seguinte. E foi a Force India que abriu as portas para o, até então, jovem piloto mexicano.

Pérez se vê pronto para uma nova chance em uma equipe de ponta.

Hoje, com muito mais experiência, Pérez voltou a conquistar bons resultados. Desde a temporada passada, o piloto vem chamando a atenção pelo sem desempenho na pista e a melhora do seu comportamento fora dela. E esse evolução tem sido peça fundamental no trabalho dele na escuderia indiana.

“Acho que as equipes estão se dando conta agora das minhas estatísticas e do trabalho que venho fazendo nos últimos anos. Cresci muito e, sem dúvida, sinto que estou fazendo um trabalho fantástico junto com a equipe. Estamos crescendo e fazendo grandes coisas juntos”, disse.

Agora, com resultados mais consistentes e com muito mais experiência, Sergio crê que, se tivesse uma oportunidade em uma equipe de ponta, provavelmente desempenharia um papel muito mais importante. “Levando em conta o lugar onde a McLaren está hoje e o que aconteceu na minha carreira desde que deixei a McLaren, minha carreira foi melhor”, afirmou.

“Estou em um momento muito bom da minha trajetória, e se surgir a chance [de ir para um time grande], acho que estarei pronto, com meus conhecimentos e experiência para tirar o máximo de proveito”, explicou o piloto.

“Vai ser realmente uma questão de acontecer ou não, mas agora mesmo eu me sinto realmente pronto em todos os aspectos, e sobretudo levando em conta este momento ruim na McLaren”, finalizou.