Pilotos da Haas lamentam por não pontuar no GP do Brasil

Grosjean foi o único piloto da Haas que terminou o GP do Brasil

Romain Grosjean finalizou a etapa brasileira em 15º. Enquanto que Kevin Magnussen abandonou por conta de problemas técnicos gerado após contato com McLaren-Honda de Stoffel Vandoorne.

 

A Haas F1 Team não pleiteou os pontos no GP do Brasil, corrida esta disputada neste domingo (12), no circuito de Interlagos. Romain Grosjean finalizou em 15º, enquanto que Kevin Magnussen abandonou após seu carro ter sido danificado após contato com a McLaren-Honda de Stoffel Vandoorne.

Após a corrida, Grosjean foi o primeiro a lamentar a falta de pontos para a Haas no GP do Brasil. “O único que posso dizer sobre a primeira rodada – na primeira vez em mim, alguém bateu. Houve uma punção da roda traseira esquerda, eu dirigi para a sexta vez, e lá eu perdi o controle do carro por causa de uma punção. Fiquei muito infeliz quando fui multada por isso. Quero ver a repetição para esclarecer tudo!”, destacou.

Grosjean foi o único piloto da Haas que terminou o GP do Brasil

Já Magnussen ficou na bronca por conta do toque ocorrido com a McLaren de Vandoorne. “Eu preciso ver o registro inicial. Nós três entramos na esquina, eu tive contato com Vandorn, ele tinha com Riccardo. Minha suspensão dianteira quebrou, tudo acabou”, lamentou.

“Se eu tivesse sabido anteriormente que havia Riccardo ao lado de Vandoorn, eu poderia ter deixado mais espaço, mas quando eu vi Daniel, já era muito tarde. O encontro decepcionado e chateado, mas às vezes acontece em corridas”.