Raikkonen: “A Ferrari tem potencial para vencer as quatro últimas corridas”

Raikkonen

Kimi Raikkonen acredita na capacidade da sua equipe, caso supere os erros e consiga contornar os problemas das corridas passadas

 

As esperanças do título da Ferrari praticamente desapareceram nas últimas três corridas. No campeonato de construtores, a equipe está a 145 pontos da Mercedes, enquanto Sebastian Vettel tem 59 pontos de diferença para Lewis Hamilton, com 100 pontos em disputa para o fim da temporada.

Em um rápido retrospecto, vimos a dupla vermelha eliminada já na primeira volta de Cingapura. Na corrida seguinte, da Malásia, Vettel e Raikkonen sofreram com falhas similares no motor, que inclusive impediu o finlandês de começar a corrida.

Erros cruciais como na Malásia (foto) e em Cingapura, complicaram os planos da Ferrari.

No Japão, a Scuderia chegou com certa expectativa, após o 2º lugar no grid de Sebastian e a vitória de Verstappen em Sepang. Entretanto, um problema com a vela de ignição tirou o alemão da etapa, deixando o caminho livre para Hamilton vencer em Suzuka. Kimi ainda se recuperou, após ter largado em 10º, devido danos causados por um acidente no TL3, e conseguiu chegar em 5º.

Quando perguntado qual das 4 últimas etapas [Estados Unidos, México, Brasil e Abu Dhabi] oferece a melhor chance de vitória a equipe de Maranello, Raikkonen adotou uma visão otimista: “Qualquer uma delas, enquanto fizermos tudo o possível. As faixas são diferentes umas das outras. Então, vamos todos os fins de semana, comecemos a partir de zero, fazemos o melhor que podemos e evitamos problemas e erros.”

Kimi só vai jogar a toalha quando matematicamente não houver mais chances para a Ferrari.

A Ferrari tinha um carro capaz de levar um segundo lugar em Cingapura e indiscutivelmente na Malásia. Enquanto no Japão, poderia ter pressionado mais as Flechas de Prata. Mas a soma entre os problemas no motor, os erros dos motoristas e até mesmo a falta de sorte, contribuíram para o time marcar apenas 22 pontos, em comparação com 105 da Mercedes.

Sobre as chances da equipe no campeonato de construtores: “Eu não sei o que vai acontecer – ninguém sabe. Mas sei que vamos empurrar até a última volta da última corrida e ver onde acabamos”, disse Raikkonen. “Não foram as melhores corridas ultimamente, mas acho que temos velocidade quando colocam as coisas no lugar certo – isso é pelo menos algo positivo.”