Renault admite que não foi muito agressiva no GP do México

Abiteboul

Segundo Cyril Abiteboul, a montadora francesa errou ao julgar a sua confiabilidade para a etapa mexicana de Fórmula 1.

 

Uma postura conservadora. Esta foi a posição da Renault diante do GP do México, corrida esta que aconteceu no domingo passado (29), no circuito Hermanos Rodríguez. De acordo com Cyril Abiteboul, os problemas de confiabilidade apresentados pelos motores franceses ocorreram por conta da falta de adaptação para o ar rarefeito.

“Cometemos um erro na nossa preparação e na forma de equilíbrio para o nosso desenvolvimento versus confiabilidade”, destacou Abiteboul em entrevista para a revista britânica ‘Autosport’.

Abiteboul diz que Renault adotou uma postura mais conservadora para GP do México

“É claro que você olha para o ritmo do carro durante todo o fim de semana. E as equipes que vieram aqui tomaram uma abordagem certa. Principalmente quando se trata de configuração de motor e chassi”, destacou.

“Somos extremamente competitivos. E o outro lado que podemos dizer é que preferimos adotar uma postura conservadora para evitar mais prejuízos. O nosso carro se comportou bem ao nível de desempenho. Mesmo assim, ainda estamos longe do pódio”.