Renault quer fornecer motores para mais equipes da F1

Diretor da Renault afirmou que fabricante tem condições de ter mais clientes na Fórmula 1

Depois de surgirem boatos de um possível acordo entre a Hispania e a Renault, a fabricante francesa não negou a possibilidade de fornecer motores para mais uma equipe da Fórmula 1. O vice-presidente operacional da Renault, Carlos Tavares, afirmou que a empresa tem capacidade para ter mais clientes na principal categoria do automobilismo mundial.

Lotus Renault é uma das equipes que utilizam motores Renault

Em entrevista ao site da Renault Sport, Carlos Tavarez reiterou a vontade da fábrica francesa em fornecer motores para mais equipes na Fórmula 1. De acordo com o dirigente, a Renault não precisaria mudar sua estratégia para poder atender uma a demanda maior. “Nossa estratégia não mudou. Mudamos o foco de nossas operações para fornecer motores. O coração de um carro é o motor, então estou feliz que estejamos focando neste elemento”, disse.

Sobre a possibilidade de fabricar motores para mais equipes, Tavarez se mostrou a favor da ideia. De acordo com o português, a Renault vem provando que tem feito um bom trabalho na Fórmula 1 e pode ampliar o número de clientes. “Acho que estamos indo bem nessa área e os resultados falam por si”, declarou.

“Temos quatro equipes para fornecer os motores e temos a habilidade de satisfazê-los, o que é muito positivo. Se tivermos que fornecer para mais parceiros, eu não me oporia a isso. Quanto mais parceiros tivermos, diluiremos nossos custos. Nossa equipe em Viry-Châtillon é mais do que capaz de fornecer para quarto equipes, então não vejo motivos para mudar nossa estratégia”, finalizou.

Recentemente a Renault renovou o contrato com a equipe Red Bull Racing. Agora, a parceria entre a fábrica e a equipe vai até o fim de 2016. Além da RBR, em 2012 a Renault fornecerá motores para a Williams, Lotus Renault e Team Lotus.