Se for preciso, Mercedes trará de volta as ordens de equipe

Mercedes poderá utilizar ordem de equipe

Segundo Wolff, caso as outras equipes se aproximem da esquadra alemã, essa disputa aberta entre seus pilotos poderá ser revisada.

 

A superioridade imposta pelo time da Mercedes nesse início de campeonato deixa o clima bem sereno na escuderia alemã. Como a boa fase vem ajudando, tudo em Brackley está sendo permitido. Principalmente, os memoráveis embates entre pilotos da mesma equipe.

Mercedes poderá utilizar ordem de equipe

Mercedes poderá utilizar ordem de equipe

Para quem não se lembra, a prova no Bahrein proporcionou emoções que a muito tempo não se via na F1. Lewis Hamilton e Nico Rosberg duelaram até a bandeirada final. Sem nenhuma interferência via rádio.

Entretanto, para o diretor esportivo – Toto Wolff – essa liberdade poderá tomar outro rumo no futuro. Na observação do dirigente, caso o time da Mercedes venha ser ameaçado pelos adversários, uma nova postura será adotada.

“Pode haver situações em que você não pode perder muito tempo em uma briga se você tem o seu inimigo logo atrás. No Bahrein foi uma situação muito particular porque nosso pacote funcionou muito bem lá e tivemos uma vantagem bem competitiva, então é mais fácil tomar uma decisão em prol do esporte porque você sabe que tem uma boa margem para o cara na terceira posição”, disse.

Por fim, Wolff falou sobre a principal regra dentro dos boxes da Mercedes. “Nossa regra é que os adversários são o inimigo número 1, não o seu companheiro de equipe. Pode haver situações em uma corrida em que você precisa considerar isso, mas vamos ver o que acontece”, terminou o dirigente.