Steiner explica origem da falha de confiabilidade da Haas de Grosjean no GP de Cingapura

Steiner explicou que

Segundo o chefe de equipe do time de Kannapolis, alguns conectores soltos tornaram o fim de semana do condutor francês em muito difícil.

 

O GP de Cingapura foi marcante para Romain Grosjean. Após passar o fim de semana com problemas técnicos no seu VF-16 nos treinos livres e na qualificação realizados no circuito de Marina Bay, o piloto da Haas F1 Team terminou a corrida cingapuriana envolvido em acidente devido à falha de confiabilidade no seu carro. Após a prova, Grosjean disparou contra a configuração da sua máquina, dizendo que era o pior bólido em que já tinha pilotado na Fórmula 1.

Nesta terça-feira (27), a Haas descobriu o defeito que tornou o fim de semana de Grosjean em um pesadelo. Segundo o chefe de equipe do time de Kannapolis, Gunther Steiner, todo este problema de confiabilidade no VF-16 do condutor francês aconteceu por conta de conectores não plugados.

Steiner explicou que

Steiner explicou que conectores soltos foi o motivo que assombrou Grosjean em Cingapura

“Foram alguns conectores que caíram”, citou Steiner para a revista britânica ‘Autosport’. “E isso aconteceu tanto no sistema de freios, como também na caixa de velocidade”, explicou. “Descobrimos isso à noite, após a corrida realizada em Cingapura”, continuou.

“Mas, vamos resolver este problema. Iremos fabricar um dispositivo na Europa e enviar via frete aéreo para a Malásia. Queremos garantir que isso não ocorra novamente. O equipamento deve ser montado e testado no fim de semana no circuito de Sepang”, complementou.

Steiner também voltou a comentar sobre o comportamento de Grosjean após o acidente sofrido no último GP de Cingapura. O chefe de equipe admitiu que a circunstância poderia ter gerado sentimentos adversos em qualquer condutor. Mas, que gostaria de vê-lo tratar o VF-16 como uma “delicada flor”.

“Sim, todos nós sabemos que isso foi uma questão de momento”, respondeu. “Ele se emocionou. Mas, mesmo assim, nós vamos o receber como antes. Romain [Grosjean] vai se recuperar para a próxima corrida, na Malásia”, afirmou.

Steiner

Steiner descartou possibilidade dos membros da Haas ficarem chateados pelas críticas de Grosjean

“Ele ficou frustrado com o ocorrido em Cingapura. Mas, isso é passado. Vamos ser melhores na Malásia. E ele precisa apenas tratar a sua máquina como uma delicada flor”, concluiu.

Por fim, Steiner destacou que a Haas deve contar com novas peças aerodinâmicas para o fim de semana do GP da Malásia. “Precisamos testá-las em Sepang”, citou. “Pois não tínhamos para fazer isso em Cingapura, por conta da proximidade das paredes”, explicou. “Vamos contar com a aero diferente. Temos uma nova asa dianteira que deve nos dar mais velocidade”.