STR lamenta rendimento na qualificação

Ricciardo e Vergne culparam as condições climáticas que dificultaram as melhoras nas tomadas de tempo, o que deixou para eles o 14º e 16º lugares, respectivamente

Ambos os pilotos da Scuderia Toro Rosso (STR) afirmaram que ficaram chateados com o resultado obtido durante o treino classificatório deste sábado (07), para o GP da Inglaterra, que acontece neste domingo (08), no Circuito de Silverstone. Para Daniel Ricciardo, a qualificação foi longa e complicada, onde a chuva, segundo o piloto, deverá ser a figura constante na corrida de amanhã.

Vergne e Ricciardo encostam do Q3, mas lamentam a interrupção do treino classificatório

“Foi uma sessão longa e complicada. Com condições semelhantes ao ano passado, acredito que por muito pouco, eu não conseguir chegar no top-10. Tenho certeza que isso aconteceu porque fui afetado pela bandeira amarela na última volta. O carro parece funcionar bem na pista molhada, o que pode nos servir na corrida de amanhã”, explicou Ricciardo que marcou o melhor tempo de 1min57s132.

Com o tempo de 1min57s719, Jean-Éric Vergne deixou claro que o STR7 não teve todo o seu potencial explorado. O piloto francês lamentou a interrupção da bateria do treino classificatório, o que segundo ele, quebrou o ritmo em que o bólido da Toro Rosso estava colocando na pista.

“Poderia ter sido uma qualificação muito boa e que tinha ido bem até a bandeira vermelha. Mas eu sabia que iria reiniciar com melhores condições de pista. Só que havia tudo de novo e uma quebra na competitividade do carro. O que me deixou decepcionado, pois eu tinha tudo para entrar no Q3 hoje”, completou Vergne.