Stroll diz realizar sonho na F1, coloca Schumi como ídolo e “esquece” compatriota Villeneuve

Stroll comenta sobre suas perspectivas para a temporada de 2017 de F1

Inspirado em Schumacher, piloto diz que não acompanhou carreira de Villeneuve e mantém pés no chão quanto expectativa para 2017.

 

Contratado pela Williams para ser titular da equipe em 2017, Lance Stroll afirmou que está realizando o seu sonho de correr na Fórmula 1. Entretanto, o piloto prefere não criar grandes expectativas para o campeonato deste ano. Segundo ele, será um ano de aprendizado para desenvolver as suas habilidades.

Campeão da F3 Europeia no ano passado, Lance leva consigo um bom patrocínio vindo do seu pai, Lawrence Stroll, para a Williams. Para que seu filho garantisse o posto de titular da escuderia inglesa, estimasse que o bilionário do ramo da moda desembolsou uma bagatela de 24 milhões de euros.

Stroll será titular da Williams em 2017.

Já tendo demonstrado talento para o automobilismo, o jovem piloto canadense prefere manter os pés no chão quando o assunto é a sua expectativa para o campeonato de 2017. Segundo ele, o plano é aprender o máximo possível.

“2017 será cheio de desafios: novos carros, novas regras e meu primeiro ano. Não estou focando em ser campeão mundial, estou apenas buscando fazer o melhor que eu puder”, disse o piloto, em entrevista ao site ‘F1Today’.

“É um sonho que se torna realidade, ser um piloto de F1, mas então, ir para Melbourne, fazer o primeiro treino livre, a classificação, a corrida, isso é incrível. Eu não posso te dizer como eu me sinto porque ainda não sei. Eu te conto depois”, complementou.

Lance também foi questionado sobre os seus ídolos na Fórmula 1. Apesar do seu compatriota Jacques Villeneuve ter conquistado um título da categoria, o piloto apontou o alemão Michael Schumacher como seu maior ídolo. “Quando estava crescendo, meu herói nas corridas eu diria que foi Michael Schumacher”, afirmou Stroll, que explicou o motivo pelo qual não ter o canadense como ídolo.

“Acho que Jacques conquistou o título um ano antes de eu nascer, foi um pouquinho antes da minha época. Mas conheço um pouco da história e obviamente assisti algumas corridas do passado com Nigel Mansell, Villeneuve, Alain Prost e todos os outros caras”, finalizou.