“Superei Ayrton Senna, esse momento é muito especial para mim”, diz Hamilton

Hamilton (foto) afirmou que realizou um sonho ao superar Ayrton Senna

Lewis Hamilton agradeceu à Mercedes por conquistar a sua 42º vitória de sua carreira, neste domingo (11), durante o GP da Rússia.

 

Lewis Hamilton utilizou poucas palavras para expressar a sua alegria ao vencer o GP da Rússia, realizado neste domingo (11), no circuito de Sochi. O piloto da Mercedes agradeceu à sua equipe pela sua 42º vitória na Fórmula 1. Com isso, Hamilton também afirmou que estava feliz por ter ultrapassado o seu maior ídolo do esporte – Ayrton Senna – no número de corridas ganhas na F1.

Hamilton (foto) afirmou que realizou um sonho ao superar Ayrton Senna

Hamilton (foto) diz que realizou um sonho ao superar número de vitórias de Ayrton Senna

“Superei Ayrton Senna, este momento é muito especial para mim”, afirmou. “O melhor foi fazer este feito aqui. Tenho que agradecer à equipe pelo grande trabalho realizado. Estou muito orgulhoso pelos resultados. Isso é um sonho”, respondeu.

Hamilton também lamentou pela quebra do acelerador do carro de Nico Rosberg. O britânico afirmou que estava pronto para ter um grande duelo com o seu companheiro de equipe. Ele também disse que não se sentiu ameaçado em nenhum momento pela Ferrari de Sebastian Vettel.

“Eu estava animado e preparado para ter um grande duelo com Rosberg. Estávamos muito perto um do outro, então, isso era apenas uma questão de tempo”, citou.

“E em seguida, eu vi que Rosberg foi forçado a abandonar a prova. Houve uma quebra do seu acelerador. E isso é uma vergonha para a equipe”, lamentou.

“Eu vi o carro de Seb, mas ele estava muito longe de mim. Ele não conseguiu se aproximar de mim para ter uma boa batalha”, continuou. “Mas é bom estar feliz por ter superado Senna, logo no circuito da Rússia”.