Tost classifica colisão entre Sainz Jr e Kvyat como pior cenário para Toro Rosso no GP da Inglaterra

Tost

O chefe de equipe do time de Faenza afirmou que ambos os condutores eram competitivos. E que tinham chances de conquistar pontos. Até que houve o incidente provocado por Daniil Kvyat, o que acabou com a prova desempenhada pela equipe.

 

O GP da Inglaterra terminou de forma frustrante para a Scuderia Toro Rosso (STR). No domingo passado (16), no circuito de Silverstone, Daniil Kvyat colidiu seu STR12 com a máquina do seu companheiro de equipe, Carlos Sainz Jr, na famosa curva 11, conhecida como ‘Maggotts’. O choque entre os dois pilotos literalmente acabou com a corrida da Toro Rosso. Sainz Jr abandonou por conta das danificações. Enquanto que Kvyat continuou na pista, mas terminou em 15º.

Nesta segunda-feira (17), o chefe de equipe da Toro Rosso, Franz Tost, analisou o incidente ocorrido com os dois pilotos da STR no último GP da Inglaterra. Segundo o chefe de equipe, ambos tinham a chance de pontuar. Mas que o incidente terminou com a prova da escuderia de Faenza.

Tost avaliou como negativo desempenho da Toro Rosso no último GP da Inglaterra

“Quanto à corrida foi uma grande decepção”, respondeu. “Para a equipe, podemos dizer que foi o pior cenário possível, visto que tivemos a colisão dos nossos dois carros”, criticou.

“Então, terminamos a corrida sem pontos. Mas vamos fazer de tudo para esquecer este fim de semana. Vamos nos preparar melhor para o GP da Hungria. Acho que Hungaroring é uma pista que poderá nos servir melhor do que foi em Silverstone”, complementou.

Apesar do choque que tirou a chance de pontuar da Toro Rosso, Tost destacou outros pontos positivos do time de Faenza no fim de semana do GP da Inglaterra. “Do ponto de vista de desempenho, o nosso carro tinha condições de terminar entre os dez primeiros”, respondeu.

“Então, ainda precisamos trabalhar mais nele. E que por enquanto, acho que tivemos isso como único ponto positivo para o nosso fim de semana”.