Vasseur critica agressividade de Kvyat e diz que ele destruiu corrida de Magnussen

Kvyat bateu em Magnussen em Mônaco

O diretor de corridas da Renault disse que o ímpeto de Kvyat pela ultrapassagem acabou com a estratégia da Renault

A tentativa de ultrapassagem de Daniil Kvyat em cima de Kevin Magnussen e, consequentemente, o toque do piloto da Toro Rosso no dinamarquês, deixou o diretor de corridas da Renault, Frederic Vasseur, extremamente chateado com a atitude de Kvyat. O francês criticou o rival e disse que a agressividade extrema dele atrapalhou os planos da sua equipe.

Kvyat bateu em Magnussen em Mônaco

Kvyat bateu em Magnussen em Mônaco

No momento da colisão, Kvyat estava algumas voltas atrás e tentava andar rápido para descontá-las. Na opinião de Vasseur, ultrapassar Magnussen não ia mudar o cenário da prova do russo. “Ele destruiu a corrida de Kevin. Estando duas voltas atrás ele não tinha nada a ganhar e nada a perder. É uma pena”, afirma.

O diretor de corridas afirmou que Magnussen estava fazendo uma grande prova até o momento e que a estratégia escolhida pelo piloto estava dando muito certo. As chances dele terminar dentro da zona de pontuação eram altas.

“Kevin nos pediu para colocar os intermediários bem cedo, o que foi uma boa decisão. O problema foi que ele acabou preso atrás de Pascal e nós perdemos muito tempo. Depois, teve a batida com Kvyat. Ele foi extremamente agressivo e acabou com o que havíamos conquistado”, finaliza Vasseur.