Whitmarsh comemora bom desempenho de Hamilton na Coreia

Chefe da McLaren disse que não adiantava todos pedirem ao piloto para sorrir. Tinha que ser algo dele

Para Martin Whitmarsh, o resultado obtido por Lewis Hamilton no último domingo (16), na Coreia do Sul, é de se orgulhar. O piloto da McLaren conseguiu a pole-position e terminou a prova em segundo lugar, segurando as investidas de Mark Webber. O dirigente da McLaren disse também que não adiantava tanta expectativa para que o piloto voltasse a ter tranquilidade. Tinham que deixá-lo trabalhar.

Para Whitmarsh Hamilton deve se orgulhar do 2° lugar na Coreia

“Ele queria desesperadamente vencer. Tiveram muitas especulações sobre ele e sua vida privada, que é uma coisa que ele não quer, e não recebe bem, tenho certeza. Existe alguma pressão nas expectativas sobre ele”, comentou Martin.

“Na verdade, acho que ele é um indivíduo sensível e racional, então ele vai olhar para o que conseguiu hoje e foi realmente fantástico. Não sei quantas pessoas aqui, com 30 voltas para o fim, pensavam que ele manteria a segunda colocação? Atrás dele havia um carro com um piloto determinado como Mark, que era claramente mais rápido naquele ponto com a asa móvel, que ele não tinha. Então ser capaz de defender a posição, foi impressionante”, continuou.

Whitmarsh disse ainda que Hamilton está focado em vencer na F1 e está feliz na categoria. “Acho que profissionalmente ele está feliz. Acho que ele está muito focado. Quando te pedem o tempo todo para sorrir, você tende a não querer fazer isso. Se eu ficar te dizendo, ‘porque você não está sorrindo um pouco mais, você tem sorte de estar aqui, então vá em frente?’. Você pensaria se deve fazer isso ou não”, destacou.

“O fato é que ele fez um trabalho fantástico aqui, e isto é o que ele e os fãs mais queriam”, garantiu o dirigente. “Acho que ele deveria, e tenho certeza que vai estar, orgulhoso. Foi uma pilotagem muito, muito satisfatória”, finalizou Martin.