Alonso defende Verstappen após polêmica com Raikkonen em Spa: “Não fez nada de errado”

Alonso acredita que o calendário da F1 já é demasiadamente preenchido

Espanhol acredita que pode haver movimento na zona de frenagem caso não nem tenha carro ao seu lado.

 

Max Verstappen é o alvo da vez. Julgado por seu estilo agressivo de competir, o holandês envolveu-se em mais uma polêmica. Após ser acusado de fechar Kimi Raikkonen na zona de frenagem durante o GP da Bélgica, Verstappen recebeu o apoio de Fernando Alonso. Segundo o espanhol, o competidor da Red Bull Racing não cometeu qualquer infração durante a manobra.

Alonso

Alonso vê movimento da Verstappen como algo permitido.

Usando as regras da F-1 como argumento, Fernando acredita que Raikkonen não estava em vantagem sobre Verstappen no momento do incidente.”Eu acho que não há uma regra que implica em que você não pode mover-se nas zonas de frenagem, ou você não pode se mover quando um carro não está do seu lado”, começou o piloto da Mclaren.

“Eu não acho que Kimi [Raikkonen] estava do lado quando Max [Verstappen] se moveu e o jogou na grama. É muito rápido e Max talvez não tinha visto”, opinou.

“Raikkonen ainda estava atrás e a regra foi aplicada. Verstappen não fez nada de errado”, concluiu.