“Alonso foi mal-aconselhado na sua carreira”, opina Horner

Para

O chefe de equipe da Red Bull Racing volta a criticar escolha do bicampeão mundial que deverá disputar 500 Milhas de Indianápolis em maio.

 

Nesta quarta-feira (19), Christian Horner comentou novamente sobre a decisão de Fernando Alonso em trocar GP de Mônaco para disputar a tradicional 500 Milhas de Indianápolis na Fórmula Indy. O chefe de equipe da Red Bull Racing (RBR) voltou a afirmar que esta decisão foi equivocada por parte de Alonso, que segundo ele, deveria dá prioridade para a F1. E ainda foi mais longe. Horner afirmou que o bicampeão mundial sempre foi mal-aconselhado.

“Eu realmente não entendo”, afirmou Horner em entrevista para a emissora de TV espanhola ‘Movistar’. “O GP de Mônaco é a maior corrida do ano. É onde o motor menos importa no circuito. E os pilotos possuem uma chance de mostrar seu real talento”, opinou.

Para Horner, Alonso (foto) foi mal-aconselhado na sua carreira na Fórmula 1

“Esta seria a maior chance de Fernando [Alonso] obter seu melhor resultado. Acho que Alonso foi mal-aconselhado na sua carreira”, complementou.

Horner também opinou sobre a recente fase da relação entre Alonso e a McLaren-Honda. Para o chefe de equipe taurino, o bicampeão mundial se encontra frustrado diante do nível de confiabilidade e desempenho apresentado pelo seu MCL32.

“Fernando está frustrado e irritado porque não está dirigindo um carro competitivo”, respondeu. “Ele é um dos melhores pilotos do mundo. E é frustrante vê-lo na condição em que ele se encontra”, afirmou.

“Mas acho que ele foi mal-aconselhado ou porque cometeu erros nas suas decisões. De qualquer forma ele é um piloto muito bom. E que está à frente de outros condutores como Vettel, Hamilton, Ricciardo e Verstappen”.